Portal da Cirurgia Plástica - BG Cirurgua Plástica
Avenida Olegário Maciel, 414 / 303 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
21 2493-8206 -- 21 98555-3344

LIPOASPIRAÇÃO

CONTORNO CORPORAL
lipo1

LIPOASPIRAÇÃO

O tecido gorduroso é composto de adipócitos que acumulam gotículas de lipídios em seu interior, o citoplama; localizam-se na camada logo abaixo da pele chamada hipoderme. Tem como função modelar a superfície corporal e ajuda no isolamento térmico do organismo além da função de armazenamento e outros. Aproximadamente 20-25% do peso corporal nas mulheres e 15-20% nos homens é composto deste tecido.

lipo2

Lipoaspiração

Este procedimento cirúrgico é empregado com a finalidade de melhorar e remodelar o contorno corporal através da remoção de gordura depositada em diversas regiões do corpo.

É feito com cânulas especiais conectadas a um aparelho que as aspira sob pressão negativa. Sua principal indicação é para a aspiração de gordura localizada resistente aos exercícios físicos e dietas, mas não deve ser usado como técnica de emagrecimento.

Pode ser associado no tratamento cirúrgico de ginecomastia, pseudoginecomastia e grandes lipomas, por exemplos.

lipo3

Quantidade Limite a ser Lipoaspirada

No Brasil, com objetivo de garantir ao paciente segurança, bem-estar e informar aos médicos os limites e critérios de execução da lipoaspiração, o Conselho Federal de Medicina (CFM) aprovou a Resolução n° 1.711/2003, regulamentando o assunto. Os volumes de gordura aspirados não podem ultrapassar 7% do peso corporal, ao se aplicar a técnica infiltrativa, ou 5%, se utilizada à técnica não-infiltrativa. Uma observação importante: é proibido atingir mais de 40% da área corporal do paciente, seja qual for à técnica utilizada.

 

Local da lipoaspiração

A lipoaspiração é aplicada apenas na gordura parietal (a que fica na hipoderme, ou seja, abaixo da pele); não resolve aquela gordura que fica dentro do abdome chamada de gordura visceral.

lipo4

As regiões onde se lipoaspira
De acordo com o local da lipodistrofia indica-se a lipoaspiração subsequente; são elas as mais frequentes: Submentoniana: muito utilizada durante a cirurgia plástica da face, ou lift cérvico facial, Braquial, Costal, Abdome, Púbis e Membros Inferiores: faces internas das Coxas e Joelhos.

lipo5

Técnica:

Existe uma variedade de métodos de lipoaspiração; porém, sempre procuramos utilizar as menos traumáticas e a mais seguras, de acordo com cada caso. Habitualmente realizam-se os métodos infiltrativos (hidrolipoaspiração ou tumescente), nos quais uma solução salina com epinefrina e lidocaína é injetada na área a ser lipoaspirada. Esta solução ajuda a separar os tecidos e faz uma vasoconstrição, tornando a prática mais segura, com menor sangramento e menos equimoses (manchas roxas). A lipoaspiração é feita com cânulas apropriadas e por pequenas incisões colocadas estrategicamente em lugares pouco visíveis.

 

BATE PRONTO

cr9

Anestesia: geral ou raque e peridural de acordo com as regiões a serem lipoaspiradas.

Internação hospitalar: 24 a 48 horas.

Modelador ou cinta de compressão: deverá ser usada por +/- 30 a 45 dias, inclusive durante a noite, pois ajudará na cicatrização por manter a pele firme, evitando o inchaço e dando conforto ao paciente. Previne complicações e maus resultados.

Dieta: livre, mas o fato da realização da lipoescultura não é sinônimo de que o paciente não vai mais engordar; se comer demais haverá ganho de peso e gordura localizada. Da mesma forma a lipoaspiração não é um tratamento emagrecedor.

Atenção: Podem surgir manchas arroxeadas na pele (equimoses) em graus variados, de acordo com a extensão do procedimento e características individuais. A evolução natural ocorre com a mudança da coloração roxa para amarelo-esverdeada até desaparecer por completo. Este processo leva em torno de mais ou menos 30 a 40 dias e varia de paciente a paciente.

Drenagem linfática: auxilia na involução do inchaço e no desaparecimento de eventuais irregularidades na pele e das equimoses (manchas roxas). Deve ser feita por profissional competente depois do sétimo dia da operação.

Cigarros/Bebida alcoólica: devem ser evitados, pois prejudicam a cicatrização, a recuperação e alteram o efeito da medicação.

Eventos Indesejáveis ou Complicações: como todo ato cirúrgico, a lipoaspiração não é desprovida de complicações e essas vão desde os hematomas, equimoses, febre que pode ocorrer nos primeiros três dias de pós-operatório, irregularidades do contorno corporal, perfuração da cavidade peritoneal e fenômenos tromboembólicos, como as tromboses venosas profundas e embolia pulmonar.