Portal da Cirurgia Plástica - BG Cirurgua Plástica
Avenida Olegário Maciel, 414 / 303 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
21 2493-8206 -- 21 98555-3344

MAMILO INVERTIDO

MAMA

ma1

MAMILO INVERTIDO

mi1

O mamilo invertido é aquele que se apresenta retraído para dentro, podendo ser uni ou bilateral. Costuma favorecer a penetração de germes na mama, causando infecções recorrentes. O mamilo invertido e, neste caso o termo certo seria “retraído” pode aparecer como sinal de alguma doença mamária tumoral, devendo ser cuidadosamente pesquisado.

Em algumas ocasiões o mamilo poderá everter-se temporariamente, quando se ordenhe a mama ou provoque estímulo tátil, contudo, este voltará à sua posição invertida quando a mama estiver livre.

mi2

Ocorre com mais frequência nas mulheres do que nos homens; entretanto, ambos que estejam insatisfeitos com a inversão dos seus mamilos podem ser candidatos ao procedimento cirúrgico de eversão dos mamilos.

mi3

Em geral a queixa é estética, pelo fato do bico do peito ficar para dentro. Algumas mulheres sentem-se incomodadas e envergonhadas com a inversão do mamilo; dizem que se sentem diferentes das demais, sendo comum o constrangimento íntimo com os seus parceiros. Há mulheres cuja queixa parte do temor de não poderem amamentar com o mamilo invertido, uma vez que este pode dificultar o bebê de sugar ou mamar o precioso leite materno.

Os homens normalmente não se importam muito com esta situação; entretanto, nos casos de correção de ginecomastia em que existe associadamente mamilo invertido, alguns se queixam da depressão do mamilo, o que pode ser corrigido de forma conjunta.

mi4

É possível everter o mamilo através de cirurgia. Existem técnicas diferentes para o mesmo fim; mas deve-se observar qual seria aquela que trará o benefício desejado com o menor prejuízo aos ductos mamários.

A cirurgia de correção do mamilo invertido é um procedimento cirúrgico e deve ser realizado em centro cirúrgico. Seu caráter é ambulatorial, não necessitando permanecer internado por ser uma cirurgia considerada de pequeno porte. Tem a finalidade de everter o mamilo.

mi5

O procedimento cirúrgico utiliza uma incisão no mamilo e aréola, para que o cirurgião possa retirar as aderências teciduais que mantêm o mamilo invertido, e assim liberá-lo para uma posição projetada normal. Os ductos galactóforos devem ser preservados na maior parte possível, de acordo com a complexidade de cada caso.

O procedimento cirúrgico pode ser realizado isoladamente ou pode ser associado à colocação de prótese mamária, neste caso através da mesma incisão transareolomamilar

mi6

O mamilo é uma estrutura que pode ser reconstruída cirurgicamente com finalidade puramente estética, porém, não funcional nos casos de perda total por mastectomia (retirada da mama por tumor) ou acidente. Há diversas técnicas; mas esta é outra seção.

Todo procedimento cirúrgico tem um trauma tecidual, onde uma de suas respostas é a inflamação ou inchaço para os leigos; portanto, podem aparecer manchas de equimose avermelhadas e sensibilidade, devidos às incisões, suturas e curativo.

 

BATE PRONTO

cr9

Tipo de anestesia: local, com ou sem sedação; geral se estiver associado com outra cirurgia de maior porte.

Internação hospitalar: a cirurgia é ambulatorial quando isolada e o paciente poderá ter alta logo a seguir. A necessidade de ficar internado por 24 horas somente para casos de associação com outras cirurgias.

Duração da cirurgia: 1 a 2 hora, dependendo se o caso for uni ou bilateral.

Recuperação: 3 a 4 semanas.

Sensibilidade: pode sofrer alguma alteração no primeiro mês, mas voltará ao normal gradualmente: a sensibilidade dolorosa no pós-operatório é compatível com a maior ou menor sensibilidade à dor da paciente e uso adequado de medicamentos. Costumamos prescrever analgésico e antiinflamatório, além de orientações médicas necessárias para o caso.

Amamentação: mantida a capacidade de lactação (é importante dizer que a própria alteração anatômica do mamilo invertido muitas vezes causa dificuldade para o fluxo do leite através do mamilo, com ou sem cirurgia).

Limitação: exposição solar, dirigir automóvel e exercícios físicos no primeiro mês.

Evitar serviços domésticos (faxina, cozinha) ou dirigir carro por 30 dias.

Atenção: em casos de intercorrências ou dúvidas mantenha os seus cirurgiões informados.

Sutiã: no caso da cirurgia de eversão de mamilo alerta-se para o uso do sutiã de maneira mais cuidadosa, de preferência um sutiã com abertura na região mamilar, protegendo assim contra a compressão no mamilo, que pode prejudicar o resultado. Também pode ser usado o protetor de mamilo igual ao usado por mulheres durante a amamentação por dentro do sutiã normal.
mi7

A escolha do sutiã no pós-operatório deve ser cuidadosa para não haver compressão excessiva sobre os mamilos. Usar protetores de mamilos.

 

 

mi8 Providencie protetores de mamilo.

Cigarro e Bebida Alcoólica: devem ser evitados, pois, comprometem o procedimento anestésico, a cicatrização e a recuperação.

Eventos indesejáveis: hematoma, infecção, necrose de mamilo, rejeição de pontos, deiscência (abertura de pontos), recidiva da inversão mamilar.