Portal da Cirurgia Plástica - BG Cirurgua Plástica
Avenida Olegário Maciel, 414 / 303 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
21 2493-8206 -- 21 98555-3344

OTOPLASTIA – REDUÇÃO ORELHA

ORELHA

coloboma1

REDUÇÃO ORELHA

A cirurgia plástica de redução da orelha se indica face ao desejo de alguns pacientes de diminuí-las; devido ao tamanho aumentado das mesmas e que afeta a harmonia facial. Essa hipertrofia ocasionalmente leva a serem vítimas de apelidos depreciativos que influenciam negativamente sua autoestima.

red1

Avaliação Clínica: em geral são orelhas anatomicamente normais, apenas “grandes” para os padrões normais de diâmetros estabelecidos, ou seja, média de largura é de 3 a 4,5 cm e 5,5 a 7 cm de comprimento, considerando-se que os homens têm orelhas maiores que as mulheres naturalmente. Deve-se dizer que as orelhas continuam crescer no decorrer dos anos, especialmente na velhice. Contudo, não constitui uma queixa comum em pessoas na terceira idade, as quais geralmente se limitam a querer reduzir somente os lóbulos auriculares.


OTOPLASTIA REDUÇÃO ORELHA

red2

Uma vez diagnosticada a hipertrofia da orelha, por onde começar? Primeiramente deve-se considerar a estrutura fibrocartilaginosa da orelha, a memória da cartilagem, as reentrâncias e os acidentes anatômicos naturais como a antihélix, cruras, fossetas e o lóbulo.

Analisam-se os três terços da orelha, o superior, médio e inferior. Entre o terço superior e o médio desenha-se um triângulo de base na margem externa da hélix e com o ápice em direção à concha, quebrando o desenho dos seus lados conforme as reentrâncias naturais da orelha.

Procede-se à retirada total deste triângulo com bisturi e tesoura de forma a reduzir ao máximo a tensão exercida pela mola da cartilagem e consequentemente a tensão sobre a linha de sutura. Depois da hemostasia segue-se com e aproximação das bordas dos tecidos através de sutura. Finaliza-se a sutura na margem externa circular da hélix com uma zetaplastia.

No terço inferior correspondente ao lóbulo, se apresenta hipertrofia realiza-se sua diminuição separadamente. Nesta região dispomos apenas de tecido cutâneo. O curativo é feito com algodão úmido preenchendo as reentrâncias na concha, fossas e depressões e envolvido com um capacete acolchoado de algodão e faixa de crepom.

red3

Redução de Orelha

red4

Redução de Lóbulo

red5

 

BATE PRONTO

cr9

Anestesia: Local, local com sedação ou geral.

Internação: Ambulatorial ou com internação de 24 horas, conforme o paciente.

Limitações: exercícios físicos, exposição ao sol, natação, uso de capacete de moto por um período de 1 mês. Deve usar faixa tipo tenista ou bailarina por 4 a 6 semanas, até que se complete o pós-operatório com uma boa cicatrização.

Importante: respeite o repouso e obedeça as orientações médicas para o sucesso da sua cirurgia.

Intercorrências/Complicações: hemorragia, hematoma, deiscência de sutura, infecção, encoche, retração, necrose, alargamento de cicatriz.

Advertência: cigarros e bebidas alcoólicas devem ser evitados, pois comprometem a cicatrização, a recuperação e alteram o efeito da medicação.

Atenção: o uso de brincos deve ser evitado entre 3 meses.