Portal da Cirurgia Plástica - BG Cirurgua Plástica
Avenida Olegário Maciel, 414 / 303 - Barra da Tijuca - Rio de Janeiro - RJ
21 2493-8206 -- 21 98555-3344

Vera Lucia

<< Voltar aos depoimentos

“Sou professora de matemática da Universidade Estadual de Campinas, SP, há mais de 26 anos e uma coisa que me enche de vida (e juventude mental) é o convívio com meus alunos; eu mudo de alunos praticamente todo semestre, mas a faixa etária deles é sempre a mesma: entre 18 e 23 anos.

Além da vontade de ter uma aparência mais descansada e mais jovem para acompanhar meu tipo de vida, uma grande quantidade de vaidade (que é impossível esconder das pessoas que me conhecem mais de perto), foram os motivadores da minha primeira procura para uma cirurgia plástica de rejuvenescimento facial em 1998, quando eu tinha 55 anos. Desde então ingressei no clube de Leonor Donati, dos “fãs de carteirinha” dos Drs. George e Benedito.

Como comprovante do sucesso obtido da primeira vez, agora em janeiro de 2005, retoquei a plástica do rosto e fiz uma cirurgia de abdome. Apesar de ser uma pessoa magra, é claro que havia muita pele e gordurinha sobrando, que minhas seções semanais de musculação e hidroginástica, jamais iriam corrigir. Além disso eu tinha uma cicatriz extremamente feia, de uma cirurgia para retirar o apêndice, que fiz aos 5 anos de idade, numa cidade de interior; essa era uma cicatriz de vida, na realidade.

Hoje estou com 15 dias de operada e já estou voltando ao trabalho, sentindo-me completamente restabelecida. Após dois dias no hospital e uma semana no Rio de Janeiro até poder retirar os pontos, já voltei para casa em Campinas.
Considero um cirurgião plástico, mais que um simples médico, um verdadeiro artista; eles são escultores. E que escultores são esses dois! Ninguém percebque fiz uma plástica; o comentário geral é: como você descansou nesses dias! E que sabedoria esses dois têm para lidar com o emocional de seus pacientes!
Gostaria de terminar meu depoimento, contando um fato que me tocou muito fundo. Talvez a maioria das pessoas que foram operadas por eles, não tenham tido a oportunidade que tive de saber de uma de suas características, que os tornam cada vez mais especiais para mim. Minha sobrinha é anestesista e acompanhou minha cirurgia; foi ela quem me contou esse fato porque meu medo de centro cirúrgico é tão grande que me impede de entrar lúcida em um deles. Esses dois, mestres da arte de esculpir, com uma carreira coberta de sucessos, incluem na sua atitude de “Praticar os ensinamentos acadêmicos de maneira ética e responsável”, um respeito e um culto a um ser superior a todos nós: antes de começar a cirurgia, os dois e a instrumentadora, de mãos dadas, fazem uma oração pedindo as bênçãos de Deus sobre todos os que estão participando daquele ato.

Que Ele continue a abençoá-los sempre.